A cidade do Rio de Janeiro, sedia o 27º Congresso Mundial de Arquitetos.

Com o título inédito de Capital Mundial da Arquitetura, concedido pela UNESCO e pela UIA, o Rio sedia o 27º Congresso Mundial de Arquitetos.


Todos os Mundos, Um só Mundo. Arquitetura para o Século 21.


Em 2019, em razão da escolha do Rio de Janeiro para sediar o 27º Congresso Mundial de Arquitetura, a UNESCO – Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e Cultura, juntamente com a UIA – União Internacional de Arquitetos, escolheram o Rio de Janeiro como sendo a primeira Capital Mundial da Arquitetura, e de 18 a 21 de Julho de 2021 o Rio de Janeiro se torna o epicentro da arquitetura no mundo.

O maior evento mundial da Arquitetura e do Urbanismo Mundial, teve início neste domingo 18 de Julho na cidade do Rio de Janeiro. O evento que é um encontro de gerações, veio para ficar marcado na história, e inaugura um palco digital ao vivo, na semana mais intensa e especial do 27º Congresso Mundial de Arquitetos!


Arquitetos de todos os continentes, desde os mais consagrados aos mais novos talentos expoentes, pensadores do ambiente urbano, pesquisadores, universitários, construtores, movimentos sociais, empresas de tecnologia e inovação, instituições acadêmicas e multilaterais, autoridades políticas, todos estão convidados a cotejar experiências relacionadas à construção do espaço da vida social.


O 27º Congresso Mundial de Arquitetos UIA2021RIO conta com a participação de especialistas dos mais diversos países, apresentando projetos, ideias, inovações nascidas em diferentes contextos e realidades.


A crise enfrentada atualmente no mundo todo evidenciou a interdependência entre economia, política, sociedade, ambiente, cidade. Interdependência que foi, premonitoriamente, indicada no tema do 27º Congresso Mundial de Arquitetos. Mais do que nunca, temos a compreensão de que vivemos a mesma era e compartilhamos o mesmo planeta.


E todo esse conhecimento é distribuído a participantes dos cinco continentes. Com o formato digital, alcançamos um público exponencialmente maior e distribuído por todo o mundo. E o que é melhor: com muita interação!


É possível que emane desse contexto a Cidade 21, atenta ao ambiente, ao clima, aos bons espaços, à redução das desigualdades intraurbanas, e tem em seu cerne, cidadãs e cidadãos.


A cidade do Rio de janeiro e a Arquitetura


O 27º Congresso Mundial de Arquitetos, previsto inicialmente para acontecer em 2020, teve que ser adiado em razão da pandemia, vindo a ocorrer agora em um grande palco virtual de arquitetura em 2021.


A cidade reúne ícones arquitetônicos de cinco séculos – como o Palácio Capanema e o Museu de Arte Moderna. Além do patrimônio arquitetônico inserido em uma geografia esplendorosa, o Rio de Janeiro é também uma cidade de contrastes desafiadores e notável diversidade. Um laboratório aberto, vivo, para estudos globais sobre os desafios das metrópoles.


Promovido pela União Internacional de Arquitetos (UIA) desde 1948, o Congresso Mundial de Arquitetos ocorre pela primeira vez no Brasil, e trata-se de um fórum privilegiado para profissionais e futuros líderes na arquitetura e em área afins. Um evento que debate o futuro das cidades e a cidade do futuro.


Os maiores nomes, expoentes da arquitetura e do urbanismo reunidos para analisar o panorama global e questões locais, formular propostas e apresentar soluções para melhoria da qualidade de vida e discorrer sobre temas fundamentais, como planejar um mundo mais justo e sustentável.


Conheça alguns dos maiores nomes que estão confirmados junto ao 27º Congresso Mundial de Arquitetos:


Eduardo Souto de Moura

O arquiteto português mais premiado internacionalmente, também vencedor do Prêmio Pritzker (2011).




Tatiana Bilbao

Uma das mais premiadas arquitetas mexicanas da atualidade.





Francis Keré

De Burkina Faso, consagrado internacionalmente como agente de transformação social.




Elizabeth de Portzamparc

Carioca radicada há 50 anos na França, com obras por todo o mundo.





Solano Benitez

Do Paraguai, que com tijolos e até destroços resultantes de catástrofes, conquistou o Leão de Ouro na Bienal de Veneza (2016).




Carla Juaçaba

Carioca radicada em Londres, uma das arquitetas brasileiras mais conhecidas internacionalmente.




Zhang Li

Referência na moderna arquitetura chinesa, dirige o Atelier TeamMinus, em Beijing, e é editor-chefe da “World Architecture”.








Andra Matin

Menção Especial na 16ª Bienal de Veneza, é o mais destacado arquiteto da Indonésia.








Marina Tabassum

De Bangladesh, Premiada com o Aga Khan e com o título de Arquiteta do Ano (AYA) da Índia, considerada pela revista britânica Prospect como a terceira maior pensadora da era da Covid-19.






Francine Houben

A arquiteta que representa os Países Baixos nas listas das 500 pessoas mais influentes do mundo do The Sunday Times e do Debrett.







Angelo Bucci

Membro honorário do American Institute of Architects (AIA), é um dos arquitetos brasileiros de maior destaque internacional, representante da arquitetura contemporânea paulista.






Li Xiaodong

Uma referência para os arquitetos na China, premiado com Aga Khan (2010), RIBA (2000) e o primeiro Moriyama International Prize.





Anna Heringer

A arquiteta escolhida pela UNESCO para lecionar sobre Arquitetura Terrena, Culturas de Construção e Desenvolvimento Sustentável







Kengo Kuma

O mestre na arte de recuperar a tradição dos edifícios japoneses e reinterpretá-la para o século 21






Jeanne Gang

Uma das 100 pessoas mais influentes em 2019 pela revista TIME, reconhecida por projetos que conectam as pessoas umas às outras e ao meio-ambiente.





Faça sua inscrição, e acompanhe o evento mundial, por esse link: https://www.uia2021rio.archi/


12 visualizações0 comentário