Como se dá a precificação de um orçamento entre marmorarias, ao se optar por um determinado produto?


Você sabia que as Marmorarias não vendem m2?


Marmoraria vende produto de alta qualidade e serviço, ela trabalha uma rocha bruta, que vem em formato de lâmina para virar verdadeiras obras primas. Logo m2 não quer dizer nada, tem muito além disso dentro de um orçamento, tem qualidade, raridade, atendimento, mão de obra, máquinas, insumos e muito mais.


Ao buscar um orçamento, muitas vezes poderá ocorrer situações em que há um diferencial de preços entre marmorarias, seja ele mármore, granito ou quartzito. Mas, porque essa diferença chega em alguns casos até mesmo em 100% do valor entre uma pedra de mesmo nome em relação a outra, em marmorarias distintas?


Em primeiro lugar muitas vezes quando se extrai uma rocha de alguma mina, essa mesma rocha ao ser chapeada, vai compor diferentes placas em qualidade. Algumas placas da mesma rocha serão consideradas mais raras e de alta qualidade enquanto outra da mesma origem, não terá a qualidade que a outra apresenta.



Isso ocorre porque às vezes alguma dessas chapas não vão gerar a homogeneidade que se espera em qualidade desse determinado produto, em outras, essa mesma peça pode gerar trincas, nuances, musgos, manchas, entre outros. Esse aspecto, fará com que uma placa da mesma origem vai gerar um preço mais comercial, enquanto a outra, que alcança a homogeneidade em qualidade e raridade, vai alcançar um preço bem mais elevado.


Outra questão que vai precificar seu orçamento, está na cor, tonalidade e textura da chapa, cada variedade de chapa tem o seu valor. E como já dizemos esse mesmo material vai variar, dependendo do padrão de qualidade e raridade.


E para deixar bem claro, outro aspecto importante e vai impactar para mais ou menos esta precificação, é o tratamento dado pela marmoraria naquela respectiva chapa. E esse tratamento sem dúvida alguma vai agregar valor ao produto.



O tratamento implica em: polimento, escovação, flameado, resinagem e impermeabilização, entre outros. E qualquer um desses elementos que tratam a peça, agregam maior valor a uma determinada característica do material, o que sem dúvida alguma vai incidir no preço final.


Esse tratamento, além de compor uma fácil manutenção, pós instalação, também proporciona tonalidade personalizada e uma característica especial ao projeto. Ao pensarmos em um bloco de rocha extraído de uma pedreira, a partir dali ele será transformado em placas no mínimo 2 cm de espessura, o que dependendo de como o direcionamento do corte foi conduzido, você terá um desenho diferente entre chapas de um mesmo bloco, onde os veios podem modificar em relação ao direcionamento que é dado ao corte. Uma questão que deve ficar bem clara é que o direcionamento do corte, vai proporcionar um design diferente na peça, e muitas vezes esse direcionamento implica até mesmo uma mudança de cor na chapa.


É onde você pode ter duas chapas, de uma mesma origem, mas que, em certa altura do bloco, o direcionamento do corte foi modificado, isso sem dúvida alguma vai lhe mostrar duas chapas irmãs, mas com design e até mesmo cores diferenciadas.

E sendo assim, duas chapas de mesma origem, irão alcançar preços diferenciados no mercado, em alguns casos essa variação poderá ocorrer na casa de poucos reais, ou mesmo, podendo chegar aos milhares de reais por m².

Quanto mais raro o design da peça, mais caro será o valor agregado. Essa peça é considerada como uma Joia, que será adicionada ao seu projeto. Já uma peça comercial terá um preço mais acessível.


Outro fator que não se deve esquecer, é essencial a qualidade de um serviço, o que está na qualificação do pessoal, no material utilizado e a tecnologia específica para aquela determinada peça.


Esse tratamento é duradouro?


- Sim é duradouro, e a partir dele você provavelmente terá durante muitos anos, uma aplicação de alta qualidade em seu projeto, e que não lhe tomará nenhuma manutenção especial por anos, claro, a não ser que você enjoe.


Ou então, você escolhe o material não tratado. Mas aí certamente, outros problemas surgirão, tais como:


- Materiais não tratados, tem menor durabilidade.

- Manutenção anual, com produtos caros.


Se acaso o beneficiamento foi ruim, o que ocorre quando o acabamento é feito com a junção de material de baixa qualidade. Sabendo que, esse material não é barato, seja ele de alta qualidade ou qualidade inferior, a partir do momento em que não se dá o tratamento necessário, qualquer valor sairá caro, ao final.


Aspectos que surgem com o não tratamento, após 3 a 5 anos essa peça vai trincar, ou vai perder a impermeabilidade, o que gera fungos, impactam a rigidez do produto, e outros.


Deseja solicitar um orçamento?


Clique abaixo e mande o seu orçamento!



92 visualizações0 comentário